18/12/2017
RSS

shutterstock_104596-a

Baixa visão é uma perda de visão que não pode ser corrigida por tratamento clínico ou cirúrgico, nem com óculos convencionais ou lentes de contato.
A pessoa com baixa visão ou visão subnormal apresenta em seu melhor olho, uma acuidade visual inferior a 20/60 (0,3) até a percepção de luz ou, um campo visual inferior a 10 graus do ponto de fixação.
Também pode ser definida como qualquer grau de enfraquecimento visual que cause incapacidade funcional e diminua o desempenho visual.
Muitas funções visuais podem estar comprometidas no indivíduo com baixa visão como: acuidade visual, campo visual, sensibilidade ao contraste, adaptação à luz e ao escuro e percepção de cores, dependendo do tipo de patologia apresentada.
A perda visual pode ser classificada em moderada, severa e profunda.
A visão subnormal não deve ser confundida com a cegueira pois o portador de visão subnormal é potencialmente capaz de utilizar a visão para executar ou planejar uma tarefa.
Esta visão útil pode ser melhorada com auxílios ópticos especiais, auxílios não-ópticos e recursos eletrônicos.


Auxílios ópticos

São recursos que utilizam lentes ou combinação de lentes para ampliar o
tamanho  da imagem sobre a retina.

shutterstock_120686122Exemplos:

• óculos com grau elevado

• lupas manuais

• lupas de apoio

• réguas de apoio

• telelupas

Auxílios não-ópticos

São recursos que modificam o material e melhoram as condições do
ambiente melhorando a capacidade visual e funcional.

Exemplos:

• óculos com lentes filtrantes

• apoio de leitura

shutterstock_103031957• iluminação correta

• bom contraste

• textos ampliados, jogos e baralhos
com números e figuras ampliados

• visor de relógio com alto contraste

• guia de leitura e escrita

• caneta hidrográfica

Recursos eletrônicos

Estes recursos aumentam o tamanho e o contraste de textos.

Exemplos:

• lupas eletrônicas

• CCTV (circuito fechado de televisão)

• programas de computação

.

É importante realizar uma avaliação para a indicação adequada do recurso óptico e treinamento antes de sua prescrição.
O paciente deve aprender o manuseio correto e a distância adequada para maximizar o uso de sua visão residual.